CIDADEDESTAQUEPOLICIAL

Polícia Civil investiga furto qualificado de água em Ipu; diretor do SAAE comenta sobre o assunto

A Polícia Civil do Estado do Ceará, através da Delegacia Municipal de Ipu-CE, instaurou Inquérito Policial na tarde desta quarta-feira (27/09) para investigar o cometimento do crime de furto qualificado (art. 155, parágrafo 4°) em virtude do desvio de água que abastece a cidade de Ipu.

Há uma semana, equipes do SAAE e da Delegacia de Ipu realizavam diligências no intuito de localizar possíveis desvios de água que deviam abastecer o município, sendo que foi constatado na tarde de hoje a ligação clandestina que desviava aproximadamente 30 mil litros de água a cada hora, trazendo um prejuízo ao abastecimento na cidade.

O dono da propriedade foi conduzido até a Delegacia para prestar esclarecimentos. A investigação de tal crime continuará, pois há a suspeita do envolvimento de demais pessoas, bem como demais pontos de desvios de água.

Diretor do SAAE comenta sobre o caso

Em entrevista ao site, o diretor do SAAE, Thiago Mororó, comentou sobre o caso: “O desvio de água é um crime que prejudica toda a população, pois reduz o volume de água disponível para o abastecimento”, disse Mororó.

Penas previstas para o crime de furto qualificado

O crime de furto qualificado, previsto no artigo 155, parágrafo 4° do Código Penal Brasileiro, é punido com reclusão de 2 a 8 anos e multa. No caso em questão, a pena pode ser aumentada em até metade se o crime for praticado mediante concurso de duas ou mais pessoas, ou se a vítima for maior de 60 anos, menor de 18 anos ou pessoa com deficiência.

error: O conteúdo está protegido !!