IBIAPABAREGIONAL

Jovem detido em flagrante por atropelar e matar idosa em Carnaubal é solto em audiência de custódia

O jovem suspeito de atropelar e matar uma idosa de 81 anos, em Carnaubal, Interior do Ceará, foi solto em audiência de custódia. Paulo Gabriel Nunes da Silva chegou a ser detido em flagrante nesse domingo (15) e, conforme policiais, sequer prestou depoimento na delegacia “por conta do estado etílico” que se encontrava. O atropelamento foi flagrado por câmeras da via.

Na segunda-feira (16), ele passou por audiência de custódia e teve concedida a liberdade provisória, com medidas cautelares diversas da prisão. Uma das determinações da juíza é que Paulo Gabriel fique proibido de conduzir veículo automotor e seja encaminhado à assistência psicossocial para tratamento contra o alcoolismo.

O suspeito já tinha sido autuado anteriormente também devido a um crime de trânsito. Há três anos se envolveu em um acidente, quando conduzia uma motocicleta, sem habilitação. Na época, disse à Polícia que não sabia que não poderia conduzir sem o documento específico para moto.

A defesa dele é representada pela Defensoria Pública do Ceará, que afirma: “a audiência de custódia tem por objetivo averiguar a legalidade da prisão, sem entrar no mérito. A defesa de Paulo Gabriel  será apresentada oportunamente perante o juiz da causa, respeitando o devido processo legal”.

LIBERDADE

O Ministério Público do Ceará (MPCE) se manifestou pela homologação do auto de prisão em flagrante e pela concessão de liberdade provisória. A defesa acompanhou a manifestação ministerial, acrescentando pedido de dispensa de fiança alegando a hipossuficiência econômica do custodiado.

Ao justificar a decisão pela soltura, a magistrada disse que “a prisão deve ser utilizada como último recurso de modo que, neste caso, impende que se lance mão primeiro das medidas cautelares diversas da prisão.Pois bem, o propósito, previstas no art. 319, do CPP, é o de evitar uma prisão prematura”.

Paulo Gabriel Nunes da Silva também está proibido de mudar de endereço sem comunicar à Justiça e proibido de frequentar bares e casas noturnas pelos próximos 120 dias.

ATROPELAMENTO

O carro aparentava estar desgovernado e só parou ao colidir no muro de uma pizzaria. Raimunda Maria Soares, 81 anos, morava em frente ao local do atropelamento e tinha ido à casa da filha quando foi atingida pelo veículo. A idosa chegou a ser socorrida, mas não resistiu aos ferimentos e morreu no local.

(Diário do Nordeste)

error: O conteúdo está protegido !!